Protetor solar, como utilizar corretamente?

Protetor solar, como utilizar corretamente?

Hoje vamos te dar algumas dicas que vão te ajudar a utilizar o protetor solar de maneira correta.

O Brasil tem grande parte da sua área territorial localizada entre o Trópico de Capricórnio e a Linha do Equador, que são as áreas mais próximas ao sol.

Isso significa que nós brasileiros recebemos mais raios solares com maior intensidade.

Por isso anualmente o número de pessoas com câncer de pele no Brasil vem aumentando em 25%.

Outro dado preocupante é que 62% dos brasileiros não usam protetor solar, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia.

E somente 25% das pessoas que usam o protetor solar, aplicam de forma correta.

Apesar de parecer uma coisa simples, aplicar o produto e ter os benefícios não é tão simples assim.

Para se ter os resultados desejados com o produto, os cuidados devem começar já na compra do produto.

 

Como escolher a textura do protetor

Hoje em dia no mercado existem protetores solares em gel, creme, sérum, spray, em mousse em na maquiagem.

Para saber qual irá se adequar melhor ao seu tipo de pele é preciso levar em conta alguns critérios.

O primeiro deles é qual é o seu tipo de pele, para pessoas com pele oleosa deve evitar os tipos mais gordurosos ou que contenham algum tipo de óleo.

Para peles oleosas os melhores tipos são os em gel, sérum ou os óleos free.

Já para quem tem a pele seca o em gel, só vai piorar o problema da pele seca.

Não se esqueça de considerar qual é o fator de proteção ideal para sua pele. Para quem precisa de proteção solar mais alto acima de 50 os protetores em creme são os mais recomendados.

O Sérum como tem textura mais leve, não leva muitos componentes o que não permite que ele tenha um fator de proteção tão alto. Geralmente o sérum é no máximo fator 30 de proteção.

O gel também é mais fluido e não tem uma proteção solar tão grande, uma outra opção é o tipo gel-creme, que é um tipo intermediário.

Os protetores solares do tipo spray e mousse tem que ser reaplicado com mais frequência. A sua durabilidade é menor, pois os produtos necessários para aumentar a durabilidade não passam pela válvula do jato.

Maquiagem que contem protetor solar devem ser usadas com atenção, já que o principal objetivo desse produto é maquiar. A proteção solar desses produtos é mais baixa, por isso você deve ficar atento a esses fatores.

Para quem prefere esse tipo de produto, de preferência para as bases que tenham cor como a base.

Outra opção é utilizar um protetor solar com o fator certo para sua pele, antes de utilizar sua base.

Uma dica é quanto mais grossa for a textura do protetor solar, mais alto será seu fator de proteção.

 

A diferença entre o filtro químico e o filtro físico

O mais popular é o filtro químico, por ser mais fácil de espalhar e ele fica mais visível sobre a pele.

Mas além do filtro em creme, existe outra opção de proteção que ainda não usamos muito o filtro físico.

Também conhecido como filtro inorgânico, esse filtro é feito com base de dióxido de titânio ou ainda óxido de zinco. Esse produto cria uma barreira física sobre a pele, que diminui a ação do sol na pele.

Esse produto tem menos chance de dar alergias e irritações na pele, mas uma das suas desvantagens é que ele deixa a pele esbranquiçada.

Atualmente no mercado existem protetores físicos que possuem as cores de base para disfarçar essa aparência esbranquiçada do produto.

O protetor físico pode oferecer uma proteção bem ampla contra os raios solares UVA e UVB.

 

Como escolher o FPS

O número do FPS é o número de vezes que sua pele está protegida, exemplo fator 30, sua pele está protegida 30 vezes mais que sem proteção e assim por diante.

Para a população brasileira o fator de proteção solar mínimo recomendado é de 30. Mas você deve levar em consideração o tipo da sua pele, quanto mais clara for sua pele, maior será o fator de proteção que ela precisa.

Para uma boa proteção, uma pessoa de pele clara, muito sensível ou que já teve câncer de pele, o ideal é usar um protetor solar com fator 60.

As pessoas com peles morenas mais escuras ou negras, elas já têm uma proteção maior natural contra o sol, protetor solar entre 15 e 20 FPS já é suficiente.

Pessoas com a pele morena mais clara devem usar protetor solar com proteção 30.

Lembrando de sempre observar se o protetor solar tem proteção contra os raios UVB e UVA.

Os raios UVB é que são responsáveis pelo câncer de pele e os raios UVA reduzem as defesas da pele.

A maioria dos protetores solares tem em destaque a proteção do FPS que é a proteção contra os raios UVB. Mas para se ter a proteção contra os raios UVA quem é responsável é o PPD que em inglês é Persistent Pigment Dark.

Para se ter uma boa proteção o valor do PPD deve ser de pelo menos um terço do valor do FPS.

Um exemplo se o fator de FPS for 30 o fator de PPD deve ser no mínimo 10.

Geralmente essa informação vem demonstrada nas embalagens com esses sinais:

+ Proteção UVA leve;

++ Proteção UVA moderada;

+++ Proteção UVA alta.

Se na embalagem do protetor solar estiver escrito “Proteção de amplo espectro” quer dizer que o produto tem proteção UVA e UVB.

 

Qual é a quantidade certa?

A quantidade certa de protetor solar para realmente ter a proteção necessários contra os danos solares é de 2 mg/cm². Algo como 40 ml de protetor solar espalhado para uma pessoa que pese em torno de 70 kilos.

De uma maneira mais prática você deve aplicar uma quantidade de uma colher de chá espalhando pelo rosto e pelo pescoço do protetor solar.

Outra colher de chá deve ser aplicada para parte da frente do tronco e mais uma colher do chá para a parte de trás do tronco.

Uma colher de chá de protetor solar para cada braço. Para as pernas utilize uma colher de chá para a parte da frente e outra para parte de trás de cada perna.

Com essa aplicação ideal seu protetor solar deve durar algo em torno de no máximo 3 finais de semanas completos.

Essa é a quantidade certa de protetor para estar protegida com o FPS que a embalagem do produto especifica.

Se caso a quantidade que você usar do produto seja menor, o fator de proteção também será diminuído.

 

Espalhando o produto

Cada tipo de protetor solar deve ser espalhado de uma forma especifica para que se tenha o resultado desejado.

Os protetores solares do tipo creme devem ser aplicados em movimentos circulares. Os protetores solares do tipo gel devem ser aplicados em um único sentido, se fizer outro tipo de movimento ele irá se esfarelar.

O protetor em spray deve ser borrifado na pele com uma generosa camada para que se tenha uma boa cobertura. Não tente espalhar o produto com as mãos, isso pode comprometer a proteção solar.

 

A primeira aplicação do protetor

Essa é a mais importante, pois ela cria um filme homogêneo sobre sua pele. Fique ainda mais atento quando for para a praia ou piscina, para fazer essa camada da maneira certa.

Antes de ir para praia ou piscina, seja em casa ou no hotel, faça essa aplicação sem as roupas, sem nenhum tipo de transpiração e com a pele totalmente limpa.

Quando você aplica o protetor solar com o maiô ou com o biquíni, quando você se movimenta algumas partes podem ficar expostas sem ter recebido a aplicação.

Já a aplicação do protetor solar com o corpo com transpiração pode dificultar a aplicação. Aplique o protetor solar sem a roupa e espere secar bem antes de vestir suas roupas novamente.

Não se esqueça de partes como o dorso dos pés, nuca, orelhas e mãos, fique atento também ao tempo que ele leva para iniciar a proteção. Alguns tem a proteção imediata, alguns podem levar até uma hora.

 

Realizando a reaplicação

Observe bem o que o fabricante do produto indica, mas de uma maneira geral, o protetor deve ser reaplicado a cada três horas. Caso você trabalhe exposto ao sol você deve reaplicar a cada duas horas, isso também vale para quando você transpira muito ou esteja na praia ou piscina.

Quando você estiver na praia ou piscina recomenda-se você sair da água, enxugar o corpo e somente depois reaplicar o produto.

 

Utilize outros meios de proteção

Não se esqueça de utilizar bonés, chapéus e roupas como formas de proteção solar.

Lembrando ainda que o melhor horário de se expor ao sol é antes das 9:00 da manhã e depois das 16:00 horas.

 

Insolação: como evitar e o que fazer quando acontecer?

A importância de manter uma boa hidratação no verão

Sol, amigo ou inimigo da nossa pele?

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!