Águas termais: 6 dicas para aproveitar o máximo esse momento

Um banho de água termal é renovador! Viajar para lugares que disponham dessas piscinas naturais é uma ótima forma de relaxar com a família ou amigos. As águas termais são ricas em minerais, possuem propriedades medicinais podendo até curar ou prevenir doenças.

Ela tem potencial para aliviar dores, ajudar no tratamento de pele, melhorar o sistema circulatório e respiratório, agir no combate ao envelhecimento precoce, além de repor sais minerais do organismo.

Confira 6 dicas para aproveitar as águas termais ao máximo!

1 – Preste atenção às regras

Confira a profundidade das piscinas nas placas informativas. Você também vai encontrar informações sobre o tempo de permanência e a temperatura que a água está.

Vá ao banheiro antes de entrar na piscina, pois a imersão na água aumenta a filtragem renal e enche a bexiga mais rápido

2 – Cuidado ao entrar

A imersão deve ser feita lentamente: primeiro os pés, pernas e depois o restante do corpo. A entrada completa deve demorar uns cinco minutos. Além disso, inicie pelas piscinas mais frias e depois para as de temperatura mais quentes.

3 – Ducha ao entrar

Tome sempre uma ducha antes de entrar para evitar a mudança brusca de temperatura; isso também evita que você entre na água com impurezas na superfície da pele, preservando a qualidade da água.

4 – O tempo imerso depende da temperatura

O tempo de imersão varia com a temperatura. Aquelas que estão próximo da temperatura corporal, entre 33 e 37 graus, é possível ficar entre 40 e 50 minutos, retirando o tronco de tempos em tempos. As com 32 grau ou menos, é preciso mexer-se para não sentir frio. Caso sinta muito frio, saia e coloque um roupão.

Em piscinas com temperaturas mais altas o tempo máximo é de 10 minutos, já que as temperaturas são acima dos 37 graus.

5 – Cuidados ao sair

Depois de aproveitar as águas termais, tome uma ducha fria rápida e se agasalhe com roupão ou toalha. Saia da piscina aos poucos e procure ficar longe de correntes de ar enquanto o corpo transpira. Tome uma bebida mais quente para hidratar.

6 – Cuidados a mais

O ideal é não receber quedas d’água diretamente em 90 graus, além disso evitar que ela bata diretamente na nuca ou atrás dos joelhos. Para pessoas com problemas circulatórios ou varizes, as quedas não devem atingir as regiões afetadas.

Ao imergir movimente os pés, estendendo e flexionando. A imersão ajuda no fluxo sanguíneo, pois a água exerce uma leve pressão no corpo.

Os que têm problemas renais, devem ficar preferencialmente na posição horizontal, boiando, para evitar a sobrecarga nos órgãos.

Outra questão é o peso: pessoas mais gordas tendem a reter mais calor, portanto, devem preferir as piscinas com temperaturas menores. Já os mais magros, podem preferir as com temperatura mais elevadas, pois o corpo suporta menos as mais frias.

Gostou das dicas? Com elas você aproveita as águas termais de forma saudável e sairá delas revigorado(a). Aproveite todos os benefícios terapêuticos que elas podem ter.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!